quinta-feira, 5 de março de 2015

Rógvi Jacobsen, o artilheiro faroês

Maior artilheiro da seleção faroesa, Rógvi Jacobsen completa hoje 36 anos (ainda podia estar jogando). E nada mais justo do que um post especial em homenagem ao único jogador faroês a marcar contra uma seleção campeã do mundo (2 vezes!)

Jacobsen em foto de 2007.
Link da imagem: NRK
Nascido em Klaksvík, Jacobsen começou no clube da cidade, o KÍ, em 1996 e trabalhava como carpinteiro quando não estava nos gramados. Pela equipe azul marcou 43 gols em 109 jogos antes de se transferir para o HB em 2001.

Ficou no clube da capital até 2004, fazendo parte do time que ganhou o double no ano do centenário. Depois disso teve passagens por KR da Islândia (2005), SønderjyskE da Dinamarca (2005-06), KR (2006), HB (2007), Hødd da Noruega (2008), KÍ (2008) e ÍF (2009-10), onde encerrou a carreira com apenas 31 anos.

Jacobsen celebrando o gol marcado contra a Itália em Modena.
Mas seus feitos mais notáveis foram sem dúvidas com a seleção. Antes do confronto contra a Itália em 2 de junho de 2007, foi chamado pelo jornal esportivo La Gazzetta dello Sport de Inzaghi Faroês. Ele correspondeu na mesma partida, marcando o único tento dos faroeses no jogo e no resto da campanha, fazendo todos os quatro gols da seleção nas eliminatórias do Euro 2008.

Foi na última partida das eliminatórias, mais uma vez contra os italianos, que ele fez o seu décimo gol e se tornou isoladamente no maior artilheiro do time nacional.

O primeiro jogo contra a Itália, em Tórshavn:

O jogo em que Jacobsen marcou seu décimo gol com a seleção:

Nenhum comentário:

Postar um comentário