terça-feira, 12 de novembro de 2013

Resumo da temporada 2013

Trago a vocês a revisão da temporada, feita por Hans Pauli Joensen, correspondente da UEFA nas Ilhas Faroe!

"Esta é a melhor equipe jamais vista nas Ilhas Faroe", disse Oddbjørn Joensen, treinador do campeão HB Tórshavn, enquanto Fróði Benjaminsen foi eleito jogador do ano pela quarta vez.

por Hans Pauli Joensen
de Tórshavn

O HB celebra a conquista do título de 2013 nas Ilhas Faroe.

Após ser eliminado pelos islandeses do ÍBV Vestmannaeyjar na primeira pré-eliminatória da UEFA Europa League, o HB Tórshavn falhou mais uma vez a conquista da Taça das Ilhas Faroe - troféu que lhe escapa desde 2004 - mas não houve como detê-lo no campeonato.

Campeão: HB Tórshavn
Apesar de o HB ter conquistado seis títulos entre 2002 e 2010, a pressão por um novo triunfo no campeonato ressurgiu após evitar a despromoção em 2011 e a conquista do terceiro lugar em 2012. Depois de ter assumido o comando da equipe início da temporada, Oddbjørn Joensen fez esta exibir-se em grande estilo, com uma marca de futebol ofensivo que deixou os adversários longe.

Terminou cinco pontos acima do grupo perseguidor, depois de ter marcado o ritmo da liga. "No geral, penso que esta é a melhor equipe jamais vista nas Ilhas Faroe. Honestamente, acredito que a seleção nacional teria problemas se defrontasse o HB na próxima força", concluiu Joensen.

Final da Taça: Víkingur 2-0 EB/Streymur
O EB/Streymur bateu o HB no desempate por grandes penalidades nas quartas de final e, pela segunda época consecutiva, perdeu a final para o Víkingur. E foi a terceira conquista da taça pelo Víkingur em seis anos desde a sua formação em 2008, a partir da fusão do GÍ Gøta com o LÍF Leirvík - e todos os triunfos aconteceram à custa do EB/Streymur. O ponta-de-lança Finnur Justinussen colocou o Víkingur na rota da vitória aos 14 minutos, antes de o médio Sølvi Vatnhamar fazer o segundo tento cinco minutos mais tarde, após o que não mais a vitória esteve em causa.

Lugares europeus*
HB Tórshavn - primeira pré-eliminatória da UEFA Champions League
ÍF Fuglafjørður - primeira pré-eliminatória da UEFA Europa League
B36 Tórshavn - primeira pré-eliminatória da UEFA Europa League
Víkingur - primeira pré-eliminatória da UEFA Europa League

* sujeito a confirmação final por parte da UEFA

Jogador do ano: Fróði Benjaminsen (HB Tórshavn)
O vencedor em 2001, 2009 e 2010, ganhou o quarto troféu de Jogador do Ano da carreira. Não apenas pela inspiração prestada ao ataque e à defesa pelo capitão de 35 anos, mas também por ter sido o melhor marcador da equipe, com 11 gols. O treinador Joensen revelou-se orgulhoso pelo seu médio. "É um goleador, um jogador que gosta de ter a bola, que trabalha muito e um exemplo para todos quando está a treinar, pois dá o máximo em cada sessão e inspira os nossos avançados com a sua atitude."

Benjaminsen prefere falar mais com os pés e mostrou-se modesto no momento em que recebeu o prêmio. "Esta honra significa muito para mim e estou muito feliz por isso, mas só aconteceu fruto do apoio dos meus colegas."

Jogador a seguir: Heini Vatnsdal (HB Tórshavn)
Tendo representado o FC Suðuroy antes de rumar ao HB esta temporada, o médio Vatnsdal, de 22 anos, estava longe de ser um nome familiar, embora as exibições nas seleções nacionais jovens fizessem com que o seu potencial já estivesse sinalizado. No entanto, rapidamente começou a se destacar no HB ao marcar nove gols na liga e chamou a atenção do selecionador Lars Olsen, que lhe permitiu a estreia, em junho, frente à República da Irlanda, na qualificação para o Campeonato do Mundo.

Equipe-sensação: ÍF Fuglafjørður
Apesar de alguns dos jogadores terem voltado ao clube após o êxodo verificado no final da época anterior, foi com surpresa que o ÍF terminou como vice-campeão pelo segundo ano consecutivo, revelando-se o único adversário incômodo para o conquistador HB. O ÍF chegou a distar dez pontos do líder, mas, ao vencê-lo por 3-1, reduziu para cinco na fase final da temporada. "Chegamos ao fim nos lugares de cima da classificação e era onde queríamos estar", disse o presidente Magnus Jørmundsson. "Somos agora uma força consagrada".

Melhor marcador: Klæmint Andrasson Olsen, NSÍ Runavík (21)
Despromovidos: 07 Vestur e TB Tvøroyri
Promovidos: B68 Toftir e Skála

Número: 68
Gols apontados pelo campeão HB ao longo da temporada: um recorde nacional.

Frase
"Mudei de cavalo para porco."
Com o Víkingur a lutar pela manutenção, o mantra do capitão Atli Gregersen era: "temos de voltar a ser cavalo", mas depois de mais uma derrota, decidiu que a sua equipe poderia mudar de espécie animal.

Leia a versão original no site da UEFA

Nenhum comentário:

Postar um comentário