sábado, 30 de novembro de 2013

A trajetória de Fróði Benjaminsen no futebol

Como prometi, uma postagem especial contando a trajetória futebolística do carpinteiro Fróði Benjaminsen, capitão do HB e da seleção faroesa. Espero que gostem!

Primeiro nome: Fróði
Último nome: Benjaminsen
Data de nascimento: 14 de dezembro de 1977
Nacionalidade: Faroês
Posição: meio-campista

Fonte: Faroe Soccer

O início no B68
Natural de Toftir, Benjaminsen começou sua carreira no time da cidade, o B68, em 1994. Logo no ano seguinte, a equipe foi vice-campeã da Copa das Ilhas Faroe, sendo essa a única vez que chegou perto de ganhar um título com o B68, onde jogou por exatos 10 anos. Em 1999, começou a ser convocado para a seleção. Sua grande temporada no time de Toftir seria em 2001, quando marcou 15 gols, 13 deles no campeonato, fazendo dele o terceiro na artilharia daquele ano, e eleito o melhor jogador da temporada. Em 2002 marcou seu primeiro gol com a seleção faroesa, num amistoso contra Liechtenstein.

A passagem pelo Fram (Islândia)
Em 2004 foi contratado pelo Fram, da Islândia, que apesar de ser um dos mais tradicionais times do país, fez uma temporada ruim, sendo quase rebaixado. Benjaminsen jogou 16 partidas e fez 3 gols na liga islandesa. Na seleção faroesa, marcou seu segundo gol, em um amistoso contra Malta.

Retorno às Ilhas Faroe com o B36
Em 2005 acertou seu retorno às Ilhas Faroe, desta vez para jogar no B36. Numa realidade diferente da do B68, o primeiro título, o da liga, veio neste mesmo ano. No ano seguinte mais um, desta vez o da Copa, competição que ele quase venceu com o B68... Em 2007 veio o título da recém fundada Super Copa, e mais uma vez Benjaminsen teve boa participação marcando o gol do B36 e acertando sua cobrança de pênalti.

A mudança para o HB
Apesar dos 3 anos de títulos, Benjaminsen trocou o B36 pelo rival HB, e chegou a uma fase ainda mais vitoriosa em sua carreira. No time mais bem sucedido das Ilhas Faroe apareceu também um Benjaminsen mais artilheiro, 2008 foi a única temporada em que ele marcou menos de dez gols, talvez por ter sido sua primeira no time e não estar totalmente adaptado. Em 2009, fez um dos gols da vitória faroesa no amistoso contra a seleção islandesa, a primeira da história e em plena Islândia. Em 2009 e 2010, venceu o campeonato e a Supercopa, sendo também eleito o melhor jogador em ambos os anos.

Em 2011 a equipe esteve mal, sendo quase rebaixada, o que teria sido um desastre. Mas apesar da temporada ruim com o HB, marcou mais dois gols pela seleção, um na vitória sobre a Estônia e outro contra a Sérvia fora de casa pelas eliminatórias do Euro 2012. Em 2012, a equipe voltou à sua normalidade (a luta pelo título) e terminou na 3ª posição da liga. No ano seguinte, Benjaminsen voltou a conquistar o campeonato com o HB e foi eleito o melhor jogador do ano pela quarta vez. Marcou seu sexto gol pela seleção contra o Cazaquistão nas eliminatórias para a Copa de 2014, igualando John Petersen na quarta posição dos maiores artilheiros, tornando-se neste ano no segundo jogador que mais vezes vestiu a camisa da landsliðið.

Foi confirmado no fim da temporada que ele renovou com o HB por mais um ano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário