sexta-feira, 12 de junho de 2015

Entrevista: Andrew av Fløtum


Vocês não imaginam a minha felicidade quando Andrew av Fløtum, atacante do HB, respondeu com um "Sim, por que não?" ao meu pedido para entrevistá-lo. Pulei de alegria, literalmente.

"22:00 horário local, quando as crianças estão dormindo", disse ele quando perguntado que dia e horário seriam melhores. Eis então, a primeira entrevista da história do Faroe Football!

Saiba um pouco mais sobre o entrevistado:

Quem é Andrew av Fløtum?

Nome: Andrew av Fløtum
Data de nascimento: 13 de junho de 1979
Local de nascimento: Tórshavn, Ilhas Faroe
Posição: Atacante
Clubes:
HB (1996-2003)
Fremad Amager (2004-2007)
HB (2007-atualmente)

Títulos coletivos
Campeonato Faroês (6): 1998, 2002, 2003, 2009, 2010 e 2013
Copa das Ilhas Faroe (1): 1998
Supercopa das Ilhas Faroe (2): 2009 e 2010

Títulos individuais
Artilheiro do Campeonato Faroês em 2002 (18 gols)
Artilheiro do Fremad Amager na temporada 2004-05 (9 gols)
Jogador do Ano nas Ilhas Faroe em 2002

Seleção
35 jogos e 1 gol marcado (em um amistoso contra o Cazaquistão em 2003)

A Entrevista

A entrevista foi feita no dia 2 de junho via Facebook e em inglês, algumas perguntas foram elaboradas pelo Jurko (um amigo ucraniano que também acompanha o futebol faroês).

Em que você trabalha, além do futebol?
Eu sou professor em uma escola para crianças com deficiências físicas e mentais.

Fale sobre sua família. Você é casado? Tem filhos?
Sim, estou casado há 8 anos. Eu tenho 3 filhas, de idades 5, 3 e 1. O nome da minha esposa é Ruth. Meta é a de 5 anos, Frida a de 3 e Lusia é a de 1.

Você lembra dos seus melhores e mais importantes gols?
Gols mais importantes: o [que eu marquei] na final da Copa [das Ilhas Faroe] em 1998 foi meu primeiro gol importante. Também marquei o gol da vitória em 2002 contra o EB/Streymur que garantiu o título [do campeonato] e marquei o da vitória sobre o B36 que garantiu o título [do campeonato] de 2003. Eu realmente não sei qual foi meu melhor gol.

Como foi jogar na Dinamarca?
Foi bom. Eu fui para o Fremad Amager na metade da temporada, em 2004. Estávamos lutando para evitar o rebaixamento, e conseguimos ficar. Na 2ª temporada nós quase fomos promovidos para a Superliga (a primeira divisão dinamarquesa). Eu marquei alguns gols e me tornei um jogador importante para o time.

Você fez boas temporadas no Fremad Amager, porque retornou para as Faroe?
Quando o Fremad Amager foi rebaixado em 2007, vários clubes faroeses me pediram para voltar pra casa e jogar por eles. Eu me casei no verão de 2007 e estava pensando em voltar, e quando o HB me pediu para voltar e jogar lá, eu disse sim. E eu amo jogar pelo HB.

Nos últimos anos, você marcou menos gols. É apenas a idade ou há outro fator que explique isso?
Talvez seja a idade. Mas eu me tornei mais um jogador de combinação. Eu não estou mais jogando como um centroavante, mas mais como um número 10. Como Totti.

Quem foi o melhor técnico com quem você já trabalhou?
Pra mim, Ion Geolgau foi o melhor técnico. Ele me ensinou muito.

Ion Geolgau é um ex-jogador romeno que treinou o HB entre 1997 e 2002.

Você tinha apenas 11 anos quando as Ilhas Faroe venceu a Áustria. Você se lembra como se sentiu naquele dia?
Foi inacreditável. Eu e meu primo saímos naquela noite. Eu lembro que tinha muita gente na cidade e todos estavam buzinando os carros.

Depois daquela histórica vitória fora de casa, o próximo jogo contra a Grécia está gerando uma grande expectativa. Você acha que as Ilhas Faroe pode vencer de novo?
A seleção nacional sempre será um azarão, mas se o progresso continuar como nos últimos jogos, tudo é possível.

Você está com quase 36 anos. Já está pensando em terminar sua carreira futebolística?
Sim, se não neste ano então talvez no próximo. Mas eu acho que ainda resta muito futebol nas minhas pernas.

Depois de se aposentar, você pensa em continuar no futebol como técnico?
Sim, estou tirando minha licença técnica B neste verão e quando não estiver mais jogando eu vou tirar a licença A.

A UEFA exige que todos os treinadores dos clubes da primeira divisão de suas 54 associações membro tenham uma Licença Pro, e para conseguir a Pro (nível 3) tem que ter as licenças A (nível 2) e B (nível 1).

Quais são os seus hobbies?
Minha família, amigos, futebol, comida, música. E futebol.

















Click here to read in English.

Nenhum comentário:

Postar um comentário