domingo, 30 de agosto de 2015

Víkingur vence NSÍ de maneira incontestável e é campeão da Copa das Ilhas Faroe

Víkingur conquistou a Copa das Ilhas Faroe pela 5ª vez, a quarta consecutiva.
As finais de copas são o grande espetáculo anual do futebol nas Ilhas Faroe. Mesmo acompanhando o futebol de lá desde 2013, eu ainda não tinha muita noção disso. Foram várias decisões, que começaram ainda na sexta com as finais das competições de base e encerraram com a das Copas Feminina e Masculina adultas no sábado. É quando o futebol faroês a nível de clubes se mostra para o mundo, já que o campeonato não tem transmissão.

NSÍ e Víkingur fizeram a grande decisão da Copa das Ilhas Faroe, um duelo muito aguardado por causa do estilo ofensivo que as equipes mostram na Effodeildin (melhor e segundo melhor ataque do campeonato, respectivamente), mas o que se viu em Tórshavn foi o jogo de um time só.

O time de Runavík iniciou a partida com a bola no campo de defesa do adversário, mas não conseguiu criar perigo. Aos 10' uma falta próxima à entrada da área, batida com maestria por Súni Olsen abriu o placar para o Víkingur, um golaço!

A bola parada continuou sendo a maior arma da equipe de Norðragøta. Aos 19' Atli Gregersen raspou de cabeça na bola após uma cobrança de falta de Súni Olsen, mas o goleiro András Gángó defendeu e, para a sorte dele, o rebote sobrou em cima dos próprios companheiros, que afastaram. Aos 32' ele não teve a mesma sorte. Em jogada de escanteio, Súni Olsen colocou a bola na cabeça de Gert Aage Hansen, dois a zero.

Jogadores do Víkingur comemorando o segundo gol.
Para piorar, aos 37' Árni Frederiksberg empurrou Gert Aage Hansen na linha lateral e levou vermelho direto. Uma expulsão até contestável, na minha opinião.

Com um a mais em campo e dois a zero no placar, o título estava praticamente nas mãos do Víkingur. Mas só para não deixar dúvidas, Heðin Hansen marcou o terceiro aos 58' em um belo chute de fora da área. O NSÍ buscava um gol de honra, mas não teve nenhuma chance de perigo real. Klæmint Olsen pouco fez, e a única finalização dele que eu lembro foi um chute fraco para defesa tranquila de Géza Túri, já no fim do jogo.

Atli Gregersen prestes a levantar a taça.
Esse foi o quinto título de Copa das Ilhas Faroe para o Víkingur, o quarto consecutivo. Em campeonato de pontos corridos parece faltar um algo a mais, mas em competições eliminatórias, é a equipe a ser batida.

DETALHES DO JOGO

NSÍ 0-3 Víkingur
Estádio: Tórsvøllur, Tórshavn
Público: 3367

Gols: Súni Olsen 10', Gert Aage Hansen 32' e Heðin Hansen 58'

Cartões amarelos: Heðin Hansen 42', Sølvi Vatnhamar 52' e Finnur Justinussen 84' (todos do Víkingur)

Cartão vermelho: Árni Frederiksberg (NSÍ, 38')

Estatísticas: Faroe Soccer

Melhores momentos:



Ou quem quiser, pode (re)ver toda a partida:



Veja a galeria de imagens do jogo e da comemoração no in.fo

Nenhum comentário:

Postar um comentário